quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Adeildo Vila Nova nos apresenta um pouco da grande Obra do Mestre Vitalino

Grande admirador da Obra do Mestre Vitalino Adeildo Vila Nova nos mostra um pouco deste grande artista, que nos emociona  com  sua história e seu talento.


No canal de Adeildo Vila Nova encontramos vários vídeos que nos apresenta um pouco da história do grande mestre da cerâmica e também da música.
Vitalino Pereira da Silva nasceu no dia 10 de julho de 1909, no Sítio Campos, em Caruaru, Pernambuco. Morava no Alto do Moura, uma vila a cerca de seis quilômetros de distância de Caruaru.



Filho de lavradores, iniciou-se com apenas 6 anos (1915) na arte do artesanato de barro. Como toda criança fazia bichinhos - boi, cavalo, bode - com as sobras do barro usadas por sua mãe que era louceira, designação dadas às mulheres que faziam utensílios domésticos de barro ele chamava esta produção de loiça de brincadeira.


Vitalino passou da loiça de brincadeira para as cerâmica figurativa com a peça Caçador de onça: um gato maracajá trepado numa árvore, acuado por um cachorro e o caçador fazendo pontaria, que foi vendida na Feira de Caruaru.

Dono também de um grande talento musical, aprendeu a tocar pífano (espécie de flauta sem claves e com 7 furos) e com apenas 15 anos montou sua própria banda, a Zabumba Vitalino.

4 comentários:

  1. A arte é uma história de Amor entre o artista e sua obra, lecionei a discipla que trata do tem, estou umpouco enferrujado, mas consigo perceber ainda hoje uma obra de arte, não sou um expert... Parabéns pelo site, assinei seu feed e estou compondo a galeria de seguidores, um abraço e até mais...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Rangel, tudo bem?

      Muito obrigado. Também vou passar a te seguir. No meu orkut tem uma série de vídeos sobre a obra do Mestre Vitalino, que por sinal era meu tio.

      Um grande abraço!!!

      Excluir
    2. Um abraço meu querido... Obrigado...

      Excluir
  2. Eu achei a história do mestre vitalino muito emocionante, uma criança que fazia peças de barros pra brincar;como ele mesmo chamava, louça de brincadeira, se tornou depois um grande artista.

    ResponderExcluir