sábado, 29 de setembro de 2012

AFROSAN discute Orientação Sexual e Identidade de Gênero


Cursinho Pré-Vestibular da Associação Cultural dos Afro-Descendentes da Baixada Santista recebe o Consultor Técnico do Instituto Joana D’Arc para discutir a questão da Orientação Sexual e Identidade de Gênero com seus alunos na aula de Educação para a Cidadania.

Luiz Eduardo dos Santos
Instituto Joana D'Arc
A questão da Orientação Sexual e de Identidade de Gênero é um tema que requer muitas discussões e reflexões sobre a Comunidade de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais, Travestis e as demais formas de identidade de gênero e como essa condição os colocam em condições de vulnerabilidade social e de violação de direitos.

O consultor técnico do Instituto Joana D’Arc, Luiz Eduardo dos Santos, nos apresentou conceitos como homossexualidade, heterossexualidade e bissexualidade, que  foram amplamente discutidos e refletidos com os alunos que estavam super interessados  no tema. A questão dos travestis e transexuais também foi abordada durante a atividade.



Luiz Eduardo, alunas e José Ricardo,
presidente da AFROSAN
O consultor técnico Luiz Eduardo explicou a diferença entre o sexo cromossômico e o sexo social, ou seja, a diferença entre o que somos definidos de acordo com a nossa genética, se masculino ou feminino, e o que a sociedade espera de nós como homens e mulheres. Que comportamentos são esperados de alguém do sexo masculino e de alguém do sexo feminino. Nem sempre esses comportamentos  correspondem às expectativas da sociedade heteronormativa, a sociedade onde as normas são construídas como se só existisse a heterossexualidade, desconsiderando as demais orientações sexuais e identidades de gênero.


Roda de Conversa com Luiz Eduardo, alunos do Cursinho
Pré-Vestibular e Diretoria da AFROSAN
Falar sobre orientação sexual e identidade de gênero é falar sobre nós mesmos, sobre a nossa identidade. Por que somos homens ou mulheres? O significa ser homem ou ser mulher na nossa sociedade? Como nos relacionamos sexualmente com os outros? O que isso pode trazer de prejuízos para a nossa vida? No que isso interfere na minha qualidade de vida, no meu desenvolvimento social, na minha saúde? Como ser quem somos em uma sociedade que não aceita o diferente do padrão heteronormativo? Questões como essas nortearam a discussão do tema.

Luiz Eduardo finalizou sua apresentação dizendo que todas essas definições e conceitos são muito importantes para o construção e desenvolvimento de políticas públicas de qualidade para o atendimento dessa população. Que tudo isso serve pra gente aprender sobre a sociedade em que vivemos. Mas o mais importante nisso tudo, no dia a dia, na vida real, é como vou me relacionar com as pessoas, com suas diferenças e com suas particularidades. 
As pessoas vão continuar falando opção sexual ao invés de orientação sexual, mas agora que já sabem que existe a palavra orientação, não podem ignorá-la, enfatizou o consultor técnico.

Palestra sobre Orientação Sexual e
Identidade de Gênero
Os alunos participaram ativamente das reflexões e dos debates propostos. Essa temática dá prosseguimento aos diversos temas que estão sendo tratados nas aulas de Educação para a Cidadania, disciplina integrante da grade curricular do Cursinho Pré-Vestibular da AFROSAN e acontece quinzenalmente na Escola Edméa Ladevig, sito à rua Bahia, 49, no Gonzaga , em Santos/SP, por meio de uma parceria entre a AFROSAN e a Secretaria Municipal de Educação de Santos, onde o espaço é cedido para a realização das aulas.

4 comentários:

  1. luiz eduardo dos santos30 de setembro de 2012 06:23

    Feliz em estar com vcs !!! Abraços e coloco-me sempre a disposição para juntar esforços junto a atividades que, de fato, valorizem o cidadão !

    ResponderExcluir
  2. Olá Adeildo
    Achei muito interessante e impostante a abordagem feita sobre o assunto.
    Quero parabenizá-lo por seu blog sou uma pessoa que admira demais aqueles que se posicionam sobre a vida e seguem a causa que que abraçam.E o principal atua ajudando os outros. Foi um prazer visitar seu site. abs

    ResponderExcluir
  3. Olá Célia Rossini, como vai, tudo bem?

    Muito obrigado pela visita e pelo comentário. Que bom que gostou da minha abordagem. Suas palavras nos faz acreditar que estamos no caminho certo e nos motivam a continuar nessa jornada.

    Fique à vontade para fazer novas visitas e fazer novos comentários, sugestões, elogios ou críticas.

    Um grande abraço!!

    ResponderExcluir
  4. Olá Luiz Eduardo, como vai, tudo bem?

    Parabéns pela excelente palestra. É muito bom saber que podemos contar contigo em outras oportunidades.

    Grande abraço!!

    ResponderExcluir